Criador do desafio da rasteira pede desculpas: “Eu errei”

Youtuber Robson Calabianqui, o Fuinha, fez a trollagem com a mãe e lamentou a repercussão.

Novo viral da internet que tem gerado preocupação entre os pais, o “desafio da rasteira” foi uma criação do youtuber Robson Calabianqui, de 23 anos, conhecido na web como Fuinha. Robson divulgou um vídeo no Tik Tok e no Instagram onde aparece, ao lado de um amigo, dando a rasteira na própria mãe.

Após a repercussão do caso e das várias campanhas contra a brincadeira – como a feita pelo Colégio Batista de Brasília – o youtuber publicou um vídeo pedindo desculpas por toda a confusão.

– O vídeo parece ser engraçado vendo a partir daí, né? Mas vocês sabiam que eu poderia ter perdido a minhã mãe por causa dessa brincadeira? Ela poderia ter batido a cabeça e sofrido traumatismo craniano ou qualquer uma outra lesão irreversíveis na vida dela. E por conta disso estou muito arrependido por ter postado esse vídeo. Em nenhum momento eu pensei que ele seria um viral dessa proporção. 


O vídeo era para ser apenas mais um meme de entretenimento na internet. Assim como outras trollagens que eu sempre fiz, o meu intuito sempre foi de alegrar vocês. Em nenhum momento eu pensei que isso ia tomar uma proporção para machucar pessoas – desabafou.
Youtuber Fuinha iniciou o chamado “desafio da rasteira” Foto: Reprodução
Novo viral da internet que tem gerado preocupação entre os pais, o “desafio da rasteira” foi uma criação do youtuber Robson Calabianqui, de 23 anos, conhecido na web como Fuinha. Robson divulgou um vídeo no Tik Tok e no Instagram onde aparece, ao lado de um amigo, dando a rasteira na própria mãe.

Após a repercussão do caso e das várias campanhas contra a brincadeira – como a feita pelo Colégio Batista de Brasília – o youtuber publicou um vídeo pedindo desculpas por toda a confusão.


– O vídeo parece ser engraçado vendo a partir daí, né? Mas vocês sabiam que eu poderia ter perdido a minhã mãe por causa dessa brincadeira? Ela poderia ter batido a cabeça e sofrido traumatismo craniano ou qualquer uma outra lesão irreversíveis na vida dela. E por conta disso estou muito arrependido por ter postado esse vídeo. 

Em nenhum momento eu pensei que ele seria um viral dessa proporção. O vídeo era para ser apenas mais um meme de entretenimento na internet. Assim como outras trollagens que eu sempre fiz, o meu intuito sempre foi de alegrar vocês. Em nenhum momento eu pensei que isso ia tomar uma proporção para machucar pessoas – desabafou.

Com mais de 2 milhões de inscritos no YouTube e mais de 1 milhão de seguidores no Instagram, Fuinha pediu que não compartilhem mais o vídeo – que já foi excluído de suas redes – e nem sigam com a brincadeira.

– Como influenciador eu errei, como humorista eu falhei. Eu peço desculpas a todos vocês que compartilharam esse vídeo e riram disso. Atualmente essa brincadeira tem prejudicado muitas pessoas e machucado seriamente muitas pessoas. Então quero pedir de coração, não propaguem mais vídeo. Não deixe que isso cause uma consequência a outras famílias muitas vezes irreversíveis, tá bom? Grande beijo – finalizou.

Fonte: pleno.news

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();