Ministro da Justiça Sérgio Moro lança lista com os criminosos mais procurados do país

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, divulgou nesta 5ª feira (30.jan.2020) uma plataforma com lista de nomes e fotos dos 26 criminosos mais procurados do Brasil, disponibilizada no portal da pasta.

A lista dos procurados foi elaborada pela Coordenação-Geral de Combate ao Crime Organizado da Diretoria de Operações da Seopi (Secretaria de Operações Integradas).

O banco com os nomes foi desenvolvido a partir de informações dos Estados e também dados públicos, fornecidos pelo Banco Nacional de Mandados de Prisão do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), e teve como foco criminosos condenados por agir em mais de 1 Estado.


“A seleção da lista foi feita pela Seopi, secretaria encarregada de realizar a integração entre as diversas polícias. Os indivíduos selecionados são bastante perigosos, todos eles com mandado de prisão, seja decorrente de condenações ou de prisões cautelares. Alguns podem estar foragidos no exterior, eventualmente no Paraguai, e a divulgação da lista tem a virtude de facilitar que esses indivíduos sejam encontrados e os mandados de prisão sejam cumpridos”, afirmou Moro.
A definição dos nomes da lista seguiu 11 critérios. Foram destacados criminosos que tiveram atuação interestadual e transnacional; rede de relacionamento; posição de liderança em organização criminosa violenta; capacidade financeira, entre outros.

Eis a lista divulgada pelo ministério. No portal, ao clicar em cada foto, é possível ver o perfil do criminoso e os crimes pelos quais é acusado.


Dentre os 26 criminosos listados na plataforma, 25 são homens. Há apenas uma mulher: Sonia Aparecida Rossi, conhecida como “Maria do Pó”. Ela é procurada pela prática de tráfico de drogas, associação para o tráfico e lavagem do dinheiro. Segundo o banco de dados, ela praticou delitos no Brasil e em países do Mercosul.
Segundo o ministério, a lista será atualizada mensalmente e tem como objetivo contribuir com mais uma ferramenta na localização de criminosos para Estados e o Distrito Federal, além de fortalecer o combate ao crime organizado no país.

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();