Advogados estão em 2º lugar no ranking das 10 profissões com mais psicopatas

Ter um colega de trabalho psicopata pode ser mais comum do que se imagina e isso não significa que alguém será cortado com uma serra elétrica. Confira as duas listas!

Falta de empatia, tendência à insensibilidade, desprezo pelos sentimentos de outras pessoas, irresponsabilidade, irritabilidade e agressividade são as principais características da psicopatia, um transtorno de personalidade antissocial.

A publicação britânica The Week divulgou duas listas: uma com as profissões que mais possuem psicopatas e outra com as que possuem menos psicopatas. Veja abaixo os dados:

Profissões com maior % de psicopatas

1. CEO

2. ADVOGADOS

3. Apresentador de rádio e TV

4. Vendedor

5. Cirurgião

6. Jornalista

7. Policial

8. Pastor

9. Chefe de cozinha

10. Funcionário público
Profissões com menor % de psicopatas
1. Cuidador de idosos

2. Enfermeiro

3. Terapeuta

4. Artesão

5. Esteticista


6. Voluntário

7. Professor

8. Artista

9. Médico

10. Contador

*(Foto meramente ilustrativa: reprodução Internet)

(Fonte: "The Wisdom of Psychopaths", Kevin Dutton, Farrar, Straus and Giroux )

Um comentário:

  1. ATENÇÃO PATRIÓTAS! VAMOS FORÇAR A BARRA PARA ISSO CHEGAR AO EXECUTIVO FEDERAL, PARA QUE, DEFINITIVAMENTE HAJA UM BASTA NA FESTA COMUNOESQUERDOPATA URGENTEMENTE! Sobre os membros do STF, assim como, os membros das demais casas citadas asseguir, a nação de bem, tem tanta confiança neles, como tem nas boas intenções do satanás! Vejam o que cito abaixo, por ocasião de um comentário que fiz, ao assistir a um excelente vídeo da grandíssima Juíza do Tribunal de Justiça de MG. 👇👇👇

    Prezada e ilustre Dra. Ludimila Lins Grilo, Parabéns pela sua expressa e prudente notoriedade de sabedoria jurídica! Como ex estudante de direito, " com a matrícula trancada por incapacidade de arcar com as despesas de; mensalidade do curso e trajetos à Universidade UNIP de Jacareí-SP", tenho a anos, mas sobretudo, apartir de 2018, divulgado mais exaustivamente, que o STF, o CNJ, o TSE, PGR e o Congresso Nacional, precisam urgentemente de exonerações implacáveis na maioria e até em 100% dos seus membros, pois, constantemente, eles pisam e rasgam a Carta Magna que eles têm a obrigação de cumprir e dar exemplo ilibado, no entanto, a denigrem descaradamente e vergonhosamente! Chega! A nação já a muito percebeu que essas instituições, além de serem comprovadamente desnecessárias, ainda são uma grande pedra de tropeço ao crescimento benigno do País! Além do mais, só o montante de dinheiro que o erário economizará com a exoneração desses membros inúteis, juntamente com seus exorbitantes salários, bônus e benesses mil, já dispensaria a reforma da previdência! Mas, me perguntaram e as instituições; STF, CNJ, PGR, STE e Congresso Nacional, acabam? Não! Claro que não! Em vez dessas casas serem compostas de juízes, deputados e senadores, cuja maioria, são de formação, origem, nomeações e eleições duvidosas no tocante à honradez, formação jurídica e pessoal ilidabas, essas instituições serão definitivamente, honradas por conterem em seus quadros, os ilustres e ilibados homens, que são os verdadeiros defensores da Pátria, nomeados pelo Presidente da República, os Srs Generais das FFAA.(Forças Armadas), pois, a maioria esmagadora dos membros destas casas; têm se mostrado tão inúteis e desnecessários ao bem do Brasil que sem ninguém lá, o Brasil já melhoraria em no mínimo 90%! Alguém tem argumento para contestar esta posição? O que acham se tal sugestão for colocada em plebiscito? Sem dúvidas, a maioria da nação "a de bem é claro" optará pelos Generais nessas instituições. Dito isso, estarei à disposição" no estrado dos meus 62 anos de idade e imbuido de experiências políticas e sociais" para, contribuir humildemente, porém, de forma contundente, auxiliar nesta singular providência, que repito, é urgente e necessária! Deus salve o Brasil!

    ResponderExcluir

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();