Dupla sertaneja Zé Neto e Cristiano foi ameaçada de morte por eleitores de esquerda por apoiar Bolsonaro

"Cantei algumas vezes com medo depois do acontecido", desabafou Cristiano, da dupla com Zé Neto.


Um ano depois de dedicar o Troféu Melhores do Ano, recebido no Domingão do Faustão, ao presidente Jair Bolsonaro, a dupla sertaneja Zé Neto e Cristiano revelou, em entrevista ao repórter Léo Dias, que recebeu ameças de morte pela atitude. Cristiano inclusive disse que cantou algumas vezes com medo.

– O Bolsonaro é amigo nosso particular e, naquele dia, em que a gente ganhou, mandamos vídeos como aquele para um monte de gente. Estávamos muito eufóricos. Quem mandava mensagem dando parabéns, a gente respondia. E ele mandou uma mensagem parabenizando e a gente também mandou o vídeo. Só que ele era o Bolsonaro e ele postou. Não foi a gente. A gente nunca postou nada falando de política – explicou Zé Neto.

Cristiano desabafou que ele tem direito de votar em quem quer. O sertanejo também disse que o momento é de se unir e batalhar pelo bem do Brasil.



– A internet, hoje, está um saco. Você não pode falar mais nada, não pode fazer nada. Eu costumo dizer que, hoje em dia, tem muito juiz e poucos advogados, poucas pessoas com amor no coração para compreender. Ninguém vai a seu favor – reclamou Zé.

Fonte:   pleno.news


Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();