Exclusivo: Joesley mandou R$ 6,5 milhões em propina para o PT depois da eleição


Gravações telefônicas exclusivas mostram acerto entre executivo e responsável por campanha da ex-presidente.



Gravações de conversas telefônicas feitas pela Polícia Federal, obtidas com exclusividade pelo jornalismo da Record TV, revelam o envio milionário de dinheiro do grupo J&F, do empresário Joesley Batista, para a campanha de Dilma Rousseff e para o coordenador de campanha do PT em Minas, o empresário Walfrido dos Mares Guia, ex-ministro de Lula.
Na interceptação da Polícia Federal, feita com autorização judicial, o executivo da J&F, Ricardo Saud acerta com Manoel Sobrinho, apontado no inquérito como braço direito Edinho Silva, ex-tesoureiro da campanha de Dilma, o envio de R$ 6 milhões e meio de reais. Sendo R$ 5 milhões para Dilma e outros R$ 1,5 milhão para Walfrido. O envio do dinheiro foi feito depois do segundo turno da eleição de 2014.

Fonte: r7.com


Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();