Constantino: ‘Gilmar Mendes não tem condição de continuar ministro’


Em dia marcado por manifestações favoráveis à abertura de um processo de impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, o comentarista Rodrigo Constantino fez coro às ruas e afirmou que “não há mais condições” que favoreçam a continuidade de Mendes como membro da Corte.

“Os primeiros a rasgarem a Constituição são aqueles que têm como missão serem os guardiões da nossa Carta Magna. Dias Toffoli não tem a menor condição de continuar à frente do STF, assim como Gilmar Mendes não tem condição de continuar ministro do Supremo. Ele transformou o voto dele sobre a prisão em segunda instância num palanque para proferir os maiores impropérios contra a Lava Jato e o ministro Sergio Moro. 


Ele odeia mais o ministro Sergio Moro do que odeia os bandidos criminosos que estão agora sendo soltos por causa da decisão deles”, disse Constantino.

“Dias Toffoli também deu voto político e sensacionalista do começo ao fim. A manutenção de figuras como Dias Toffoli e Gilmar Mendes no Supremo é o que mais contribui tanto para a instituição enfraquecida como para as mensagens revolucionárias e golpistas”, concluiu.















Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();