Setembro tem a menor taxa de inflação desde 1998


Indicador registrou taxa de -0,04% no mês. Houve recuo em comparação a agosto do mesmo ano (0,11%).

A inflação oficial registrou o menor resultado para setembro desde 1998, segundo o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta quarta-feira (9).

O indicador registrou taxa de -0,04%, enquanto em 1998, tinha sido de -0,22%. Houve recuo em comparação a agosto do mesmo ano, quando a inflação ficou em 0,11%.

A maior contribuição para o resultado veio do grupo de alimentação e bebidas. Os produtos que ficaram mais baratos no período foram a refeição fora de casa, tomate, batata-inglesa, cebola e frutas.


Em contrapartida, os produtos que ficaram mais caros foram o leite longa vida e as carnes.

Em setembro do ano passado, a inflação oficial ficou em 0,48%. O indicador acumula alta de 2,49% de janeiro a setembro deste ano e de 2,89% nos últimos 12 meses.


Resultado por regiões

Segundo o IBGE, entre os 16 locais pesquisados pelo IPCA, dez tiveram deflação, com destaque para São Luís (-0,22%). Também houve quedas acentuadas em Belo Horizonte (-0,18%), Brasília (-0,17%) e Rio de Janeiro (-0,13%).

Os seis locais que registraram alta na inflação foram Goiânia, Rio Branco, Salvador, Belém, Curitiba e Aracaju.



Metodologia do IPCA

O IPCA mede o impacto da inflação para famílias que recebem de um (R$ 998) a 40 (R$ 39.920) salários mínimos. O estudo abrange dez regiões metropolitanas, além dos municípios de Goiânia, Campo Grande, Rio Branco, São Luís, Aracaju e de Brasília.

Para o cálculo do índice do mês, foram comparados os preços coletados no período de 28 de agosto a 27 de setembro de 2019 (referência) com os preços vigentes no período de 30 de julho a 27 de agosto de 2019 (base).

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();