Estado mais pobre do Brasil, Maranhão dobra aumento da pobreza em quatro anos no comando de Flávio Dino (PCdoB)


O Maranhão possui o maior número de pessoas vivendo em situação de pobreza, segundo revela a Síntese de Indicadores Sociais (SIS), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Cerca de 54,1% dos maranhenses vivem com menos de R$ 406 por mês, que é considerado o valor estipulado pela pesquisa.

Resultado de imagem para Mais pobre do Brasil, Maranhão dobra aumento da pobreza em quatro anos.



Ainda segundo o IBGE, mais de 81% dos maranhenses não possui saneamento básico adequado, e a média nacional é de 35,9% da população. Além disso, 32,7% das pessoas não tem acesso à coleta direta ou indireta de lixo e para 29,2% não há abastecimento de água. 

LEIA TAMBÉM: 

PT vai à Justiça para proibir faixas em avião que chamam Lula de ‘cachaceiro’ e ‘ladrão seu lugar é na prisão"

Cerca de 3% da população vive sem nenhum tipo de renda no Maranhão, quando a média nacional é de 2,4%. Além disso, 24,3% vive com renda de um quarto a meio salário e outros 27,4 % vive com renda entre meio a um salário-mínimo no estado. 

Esses dados justificam o Maranhão continuar como o estado mais pobre do Brasil, estatística que perdura há mais de vinte anos.



Fonte: G1 Globo






3 comentários:

  1. Só falta decreta o artigo 142 para governar com o anseio popular e sem esses políticos corruptos que só querem o mal do país

    ResponderExcluir
  2. Estão pagando pela escolha errada que fizeram, elegendo esse esquerdopata, que é contra o país

    ResponderExcluir

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();