Polícia Federal investiga grupo que vendia Pílula que cura o Câncer a Fosfoetanolamina proibida pelo STF


Os policiais federais cumpriram três mandados de busca e apreensão em Curitiba.

A Polícia Federal (PF) cumpriu, na manhã desta quarta-feira, três mandados de busca e apreensão em Curitiba como parte da Operação Placebo.

A operação visa desarticular um grupo criminoso que produz e introduz no Brasil um remédio, supostamente para fins terapêuticos ou medicinais, à base de Fosfoetanolamina.


De acordo com a PF, o medicamento não possui registro nos órgãos competentes, o que faz com que sua introdução e venda no Brasil seja enquadrada como crime previsto pelo Código Penal.

Ainda de acordo com as forças de segurança, a investigação começou após uma denúncia recebida pela PF no Paraná.

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();