Deputada quer proibir danças obscenas e vulgares dentro das escolas

Clarissa Tércio considera que danças promovem erotização precoce.

A deputada estadual Clarissa Tércio (PSC-PE), usou o Facebook para anunciar a apresentação de um projeto que proíbe danças com coreografias obscenas e vulgares dentro das escolas de Pernambuco.

Integrante da bancada evangélica da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), a deputada afirmou que seu objetivo é a “proteção às nossas crianças e adolescentes no âmbito escolar”.



“É inadmissível que o espaço escolar seja utilizado para coreografias obscenas e vulgares, tirando, assim, a inocência das nossas crianças e dos nossos adolescentes!”, comentou no Facebook.

O uso de danças com coreografias vulgares dentro do ambiente escolar tem se tornado comum.

Vídeos nas redes sociais mostram crianças e adolescentes dançando ao som de funk com palavrões e linguagem pejorativa.

A deputada explica que a erotização precoce é um dos fatores responsáveis pelo crescimento da violação da dignidade sexual das mulheres.



Fonte: www.gospelprime.com.br

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();