Witzel culpa ‘pseudodefensores dos direitos humanos’ por mortes no Rio


“Quanto mais vocês defenderem esses narcoterroristas, outros cadáveres serão colocados no colo de vocês”, alertou Witzel.

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), apontou os verdadeiros culpados pelas mortes de inocentes durante confrontos entre criminosos e as forças de segurança.

“Pessoas que se dizem defensoras dos direitos humanos, pseudodefensores dos direitos humanos, não querem que a polícia mate quem está de fuzil, mas aí quem morre são os inocentes”, afirmou Witzel.


Em evento em Nova Iguaçu, na última sexta-feira, Witzel acrescentou:

“Quando eu digo que quem está de fuzil na mão deve ser abatido, levantam-se vários defensores dos direitos humanos. Quando eles matam inocentes, dizem que foi a polícia que matou. Mas, quando digo que tem que abater quem está de fuzil, eles são contra. Mas são esses que estão de fuzil a tiracolo nas comunidades que atiram nas pessoas inocentes.”

Segundo O Antagonista, completou:

“Esses cadáveres não estão no meu colo, estão no colo de vocês, que não deixam que as polícias façam o trabalho que tem que ser feito. Quanto mais vocês defenderem esses narcoterroristas, outros cadáveres serão colocados no colo de vocês, pseudodefensores dos direitos humanos.”

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();