Maioria rejeita processo contra Deltan no CNMP

A maioria dos membros do Conselho Nacional do Ministério Público rejeitou a abertura de um processo disciplinar contra Deltan Dallagnol, por ter compartilhado uma notícia sobre suspeita de que Kátia Abreu teria recebido R$ 500 mil de caixa 2 da Odebrecht.

A investigação sobre a senadora foi arquivada no STF.

Na sessão de hoje, oito dos 14 conselheiros votaram por manter arquivada a reclamação disciplinar — Raquel Dodge também votou pelo arquivamento.


A maioria entendeu que, no post publicado nas redes, Deltan não emitiu qualquer opinião. Além disso, não violou o sigilo do inquérito, pois sequer atuou na investigação sobre a senadora.

Última a votar, Raquel Dodge disse que o próprio Supremo, posteriormente, retirou o sigilo da investigação ao arquivar o inquérito.

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();