Fotos de animais mortos não foram feitas na Amazônia, são fotos de 2011

Uma mensagem acusa governo de ser responsável por morte de animais em queimadas.

Fotos de queimadas e animais mortos apareceram nos últimos dias nas redes sociais em manifestações contra o governo federal. Em uma delas, um texto acusa o governo de ser o responsável pelas imagens de animais sofrendo os impactos de queimadas que estariam acontecendo na Floresta Amazônica. A publicação, porém, é falsa. Nenhuma das quatro imagens divulgadas aconteceu realmente na Floresta Amazônica. Em uma, o caso sequer foi relacionado à queimadas.



A primeira das imagens, de um animal fugindo de um lugar em chamas, foi feita pelo fotógrafo Silva Júnior, da Folhapress, em 17 de agosto de 2011. De acordo com a legenda, o que se vê é uma queimada em canavial em Sertãozinho, no interior de São Paulo.

Já a segunda, de uma onça ferida, foi feita em 2016, em um post do portal Gente de Opinião, em que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) alertava para os riscos de atropelamento de animais no estado de Rondônia. A terceira, de um tamanduá morto em um campo queimado, aparece em um post do jornal Integração – Diário Regional, em 20 de maio de 2011, na legenda, a publicação diz que o animal foi vítima de uma queimada ilegal em uma fazenda de Presidente Venceslau, no interior de São Paulo.



A última foto, em que o bombeiro aparece dando água para um tatu, apareceu em uma reportagem do G1 de 17 de agosto de 2019. De acordo com o texto, houve um incêndio em uma fazenda no Mato Grosso. O fogo atingiu 766 hectares de campo em 18 de julho e os bombeiros encontraram esse e outros animais da espécie enquanto periciavam o local.

Fonte: plenonews.com.br
https://piaui.folha.uol.com.br/lupa/2019/08/22/verificamos-queimada-amazonia/


Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();