Autor de massacre em Ohio era alinhado à extrema esquerda


Trump condenou a supremacia branca pelo massacre no Texas. Enquanto isso, em Ohio, o responsável por matar nove pessoas era alinhado à extrema esquerda.

No último domingo, 4 de agosto, um ataque a tiros na cidade de Dayton, em Ohio, deixou 9 vítimas fatais e 16 feridos. O atirador, Connor Betts, 24 anos, foi neutralizado pela polícia após o massacre.

Will El-Fakir, um antigo amigo de escola do assassino, revelou que ele era contra direito à posse de armas.

Segundo o jornal Dayton Daily, El-Fakir revelou detalhes sobre o posicionamento político do atirador:


“Definitivamente não é uma pessoa de direita. Suas opiniões políticas definitivamente se inclinavam para a esquerda. E acredite ou não, ele era a favor do controle de armas. Ele era na verdade anti-segunda emenda.”

A imprensa dos Estados Unidos também citou um perfil do Twitter que aparentemente pertencia a Connor Betts, a qual retuitou postagens de extrema esquerda e de apoio a grupos anti-fascistas.

Nas redes sociais, o atirador de Ohio afirmou ser esquerdista pró-satanás e demonstrou todo seu ódio pelo presidente Donald Trump.

“Eu quero o socialismo, e não vou esperar que os idiotas finalmente cheguem à compreensão”, escreveu Betts no Twitter, segundo o site Heavy.

A conta (@iamthespookster) não tinha seu nome, mas, segundo veículos de imprensa locais, havia publicações de selfies que pareciam fotos dele. O Twitter desativou a conta ainda no domingo, aumentando as especulações de que ela pertencia ao atirador de Dayton.

Segundo a CNN, o tuíte mais recente foi publicado em 3 de agosto, dia do tiroteio, quando ele retuitou uma postagem dizendo: “Millenials tem uma mensagem para a geração Joe Biden: apresse-se e morra”.

Ele também retuitou mensagens apoiando os candidatos Bernie Sanders e Elizabeth Warren, que representam a ala mais à esquerda entre os democratas, informa o jornal Gazeta do Povo.

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();