Delator confirma que Lula ‘abençoou’ o esquema de corrupção

Em depoimento na ação que investiga se o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu $ 1,02 milhão em benfeitorias em um sítio em Atibaia (SP), o executivo Fernando Schahin confirmou na manhã desta quarta-feira ao juiz Sergio Moro, que Lula “abençoou” a contratação do grupo Schahin pela Petrobras.

Segundo o relato de Fernando, Bumlai disse: “Avisa o pessoal lá que o presidente está abençoando o negócio”.


Em denúncia apresentada pela Procuradoria, o pecuarista colocou R$ 150.500 na realização de reformas no local.

Entre as provas mencionadas pelos procuradores, estão e-mails enviados a endereços do Instituto Lula, que citam almoço no sítio e viagens do petista a Atibaia.

Um comentário:

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();