Com Lula, quadrilha do MST inaugura campo em homenagem a Sócrates e veta imprensa

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou da inauguração do campo Dr. Sócrates Brasileiro na escola Florestan Fernandes, do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), em Guararema (SP). Numa brincadeira com o árbitro da partida, o jornalista Juca Kfouri, houve uma alusão à condenação de Lula por parte do juiz Sérgio Moro.

Kfouri brincou que a partir daquele momento se chamaria Juca Moro e que um "tal de Lula" já havia sido avisado que começaria o jogo já advertido.
Em clima de descontração, Lula teve que repetir uma cobrança de pênalti para poder marcar o gol. Ele comemorou tirando a camisa, e acabou então expulso por Kfouri já na primeira advertência, numa alusão à condenação do juiz Sergio Moro, que o petista afirma ser sem provas.
O compositor Chico Buarque, o ex-prefeito paulistano Fernando Haddad (PT), militantes e artistas participaram do futebol. O rapper Mano Brown e o escritor Fernando Morais estavam na arquibancada.

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região marcou o julgamento do ex-presidente no caso do tríplex para o dia 24 de janeiro.

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();