Lucro da JBS cai 80% no primeiro balanço após delação de Joesley

A JBS teve lucro líquido de R$ 309 milhões no 2º trimestre, o que representa uma queda de 79,8% frente ao mesmo período do ano passado (R$ 1,5 bilhão), informou a companhia nesta segunda-feira.
No 1º trimestre, a JBS tinha reportado lucro líquido de R$ 422,3 milhões.
Trata-se do primeiro balanço após as delações dos irmãos Joesley e Wesley Batista. O resultado veio, entretanto, sem a revisão de auditores independentes, que aguardam a conclusão dos resultados da apuração de fatos ligados ao acordo de leniência firmado pela sua holding controlada J&F com o Ministério Público Federal.
Em comentário no balanço, o presidente Global da JBS, Wesley Batista, avaliou que a companhia teve "um bom desempenho operacional" no 2º trimestre, destacando a melhora e recuperação nas margens em relação ao primeiro trimestre deste ano, "mesmo com um cenário mais desafiador durante o período".

Para o executivo, o resultado do trimestre é "uma clara demonstração da qualidade de nossas unidades de negócios ao redor do mundo".

Também nesta segunda, a Marfrig divulgou que registrou prejuízo de R$ 157 milhões no 2º trimestre; já a Minerva informou perdas de R$ 55,6 milhões. Na semana passada, a BRF reportou prejuízo de R$ 167,3 milhões no período.


Considerando os resultados das 4 companhias do setor de carne com capital aberto, o lucro foi de R$ 70,6 milhões no 2º trimestre, ante ganhos de R$ 1,05 bilhão no 2º trimestre de 2016.

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();