Fundo de R$3,6 bilhões para pagar campanha política ergueria 630 escolas ou 24 hospitais

Proposta em análise prevê uso de R$ 3,6 bilhões para o pleito de 2018
A Câmara dos Deputados deve votar nesta terça-feira (22) uma proposta para repassar de 0,5% da receita corrente líquida arrecadada pelo País para financiar campanhas políticas. Isso equivale a R$ 3,6 bilhões, grana que serviria para melhorar em diversos pontos a vida dos brasileiros.
Caso fosse revertido em salários mínimos, a grana proposta para o financiamento de campanhas pagaria 3.842 milhões de trabalhadores remunerados com R$ 937.

Também é possível usar a grana para distribuir quase 8 milhões de cestas básicas na cidade de Porto Alegre, que possuí, segundo os dados mais recentes do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), o conjunto de alimentos essenciais mais caro do País, avaliado em R$ 453,56.

Na área da saúde, o valor seria suficiente para a construção de 24 hospitais como o de Parelheiros, orçado em R$ 148,3 milhões. Ao ser inaugurado, o empreendimento, que está em obras na zona sul de São Paulo, deve contar com 250 leitos de internação, 20 salas de UTI, Centro Cirúrgico, Centro Obstétrico, Centro de Imagem e Diagnóstico, Pronto Socorro Adulto e Pediátrico.


O valor também serviria para a compra de 10,5 mil ambulâncias equipadas do SAMU 192 (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) ao custo de R$ 600 mil cada .
Com o valor, também daria para adquirir 3.899 apartamentos de 124 m² com três dormitórios, uma suíte e duas vagas de garagem na cidade de Santo André (SP).


Pensou em veículos? Com essa bolada que seria destinada aos candidatos, também dá para comprar 98.279 carros populares no valor de R$ 36.630,00.



A educação, por sua vez, poderia ser beneficiada com a construção de 630 escolas com o custo de R$ 10 milhões cada.

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();