Em plena crise governo do RJ doará quase R$ 2 Milhões de reais para parada gay que será realizada em Outubro

A Secretaria de Cultura do Município do Rio de Janeiro aprovou a captação de recursos financeiros para a realização da Parada LGBT em Copacabana. O projeto captará recursos via Lei do Imposto Sobre Serviços (ISS), segundo a Lei, as empresas que doarem para a Parada LGBT terão o ISS descontado.
O projeto de captação havia sido reprovado não incluir um “programa de mitigação do impacto ambiental”, informou a secretaria.
O Grupo Arco-Íris, responsável pela organização do evento, contornou a reprovação conseguindo autorização para captar do setor privado o montante de R$ 890 mil. A publicação foi feita no Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro. O Grupo Arco-Íris também conseguiu autorização de mais R$ 800 mil com o Governo do Estado do Rio de Janeiro em forma da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, para renúncia fiscal de ICMS.

Atualmente a Parada LGBT tem autorização de captar pelo menos R$ 1,69 milhões entre Prefeitura e Governo do Estado.

A 22º Parada do Orgulho LGBT no Rio já tem data marcada, 15 de outubro, em Copacabana.

Tanto o Estado quando o Município do Rio de Janeiro estão passando por uma crise financeira.

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();