Condena por mandar matar a MÃE, Suzane von Richthofen deixa prisão para 'saidinha' do Dia das Mães

Condenada a 39 anos de prisão pelo assassinato dos pais, Suzane von Richthofen deixou a prisão na manhã desta sexta-feira para a saída temporária de Dia das Mães. Ela saiu da Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier, a P1 Feminina de Tremembé, em São Paulo, por volta das 8h, e encontrou o namorado na porta da instituição. 

O benefício, concedido a presidiárias com bom comportamento no regime semiaberto, prevê que ela retorne à cadeia na próxima quarta-feira.
Suzane conseguiu a progressão do regime em outubro de 2015. A primeira vez que a jovem deixou a cadeia desde a condenação ocorreu em março de 2016, em benefício semelhante para a Páscoa.

No ano passado, liberada para o Dia das Mães, Richthofen acabou sendo levada para a solitária da cadeia. Ela comunicou que ficaria em um endereço inexistente. Suzane ficaria em uma casa na rua Coronel Ludovico Homem de Goes, em Angatuba, no interior de São Paulo. Ela foi localizada na mesma cidade, porém em um endereço diferente, presa e levada de volta para Tremembé.
A detenta deve ficar desta vez em uma casa de Angatuba, em São Paulo, onde moram o namorado e os parentes dele. Nesta manhã, o namorado foi busca-la na penitenciária. Parou o carro em frente ao presídio e ao encontrá-la deu um beijo.
 

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();