Empreiteira Odebrecht pagou por vinte anos propina às Farc

A Odebrecht designou um grande valor mensal de até 100 000 dólares ás FARC guerrilha colombiana para tocar obras em áreas dominadas por eles.
Desde que se rendeu e desistiu de negar as acusações da Lava-Jato, a maior empreiteira do Brasil, revelou muitos crimes de arrepiar. 
No som de ilegalidades, findou aceitando até aprofundar-se, literalmente, na selva do crime. A Odebrecht deu dinheiro às Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) durante os últimos vinte anos em troca de “autorização” para trabalhar nos territórios dominados pela narcoguerrilha. 

Os pagamentos, que começaram a ser efetuados nos anos 1990 e variavam de 50.000 a 100.000 dólares por mês, foram relatados à PGR Procuradoria-Geral da República. 
Não é uma ilicitude semelhante ao pagamento feito a políticos, mas também não se trata de uma atividade limpa.


Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();