Mulheres da Venezuela vendem cabelo para comprar comida

Os cabelos são negociados na fronteira com a Colômbia e vendidas como extensões para cabelo nos países vizinhos.

Desesperadas e sem dinheiro para se alimentar e comprar itens de necessidade básica, as mulheres da Venezuela começaram a ir até a fronteira com a Colômbia para venderem seus cabelos. A tendência, que cresceu nas últimas semanas, tem se tornado mais uma fonte de renda para quem vive na Venezuela afundado em uma grave crise econômica.
De acordo com o jornal renomado The Guardian, dezenas de intermediários aguardam na ponte que liga a cidade de San Antonio del Táchira, na Venezuela, com a colombiana Villa del Rosario, gritando que “compram cabelo”. Há pelo menos sete pontos de “coleta” e cerca de duzentas mulheres sempre aceitam a oferta todos os dias. As mechas são vendidas como extensões para cabelo no país vizinho.

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();